Automação

Uma transformação para a digitalização do sistema de produção.

A indústria 4.0 não seria possível sem a automatização do processo. Trata-se, em grande medida, da digitalização dos equipamentos e tecnologias de uma fábrica, de modo a que haja comunicação bidirecional através de uma ligação à Internet.

Contato

Na indústria existem tecnologias muito diferentes que podem ser automatizadas. Todas as indústrias têm as suas peculiaridades, mas, para citar alguns, qualquer linha de montagem ou processamento pode incluir algum grau de automação, bem como sistemas de controlo, sistemas como impressoras 3D ou robôs, ou veículos autónomos que circulam pelas “ruas” de fábricas que transportam materiais ou trabalhadores.

Mesmo a logística é suscetível, em grande medida, à automatização de processos, desde o inventário, passando pelo controlo de stocks ou rastreabilidade de bens a caminho do seu próximo destino.

Assim vêm fábricas inteligentes, povoadas por sistemas cibernéticos, que não passam de integrações de computação, redes e processos físicos. Computadores e redes integrados monitorizam e controlam os processos físicos, ao mesmo tempo que recebem feedback do próprio sistema físico, que é usado para rever cálculos e fazer correções, entre outras coisas.

Um exemplo clássico de um sistema cibernético é o Jardim Robô Distribuído do MIT, um jardim no qual vários robôs interagem entre si e com vasos ligados para cuidar das plantas. Os robôs podem regar plantas, fazer inventário e colher quando estiverem prontos.

AUTOMAÇÃO.

Existe um conjunto de tecnologias que facilitam a automatização de processos nesta nova indústria conectada, quer porque permitem que os sistemas tradicionais sejam transformados em sistemas conectados (Internet das Coisas, Big Data, Inteligência Artificial, análise preditiva, Cloud Computing…) e aquelas que permitem aumentar as capacidades operacionais dentro da cadeia de valor (robótica colaborativa, simulação, realidade aumentada, visão artificial, fabrico de aditivos…).

DIAGNÓSTICO.

A indústria precisa de abraçar a automação para ser competitiva. A transformação digital é uma grande oportunidade para a indústria espanhola porque permite melhorar a competitividade num mercado global, colocando desafios ao mesmo tempo que gera oportunidades para o setor, que terá de adaptar os seus processos, produtos e modelos de negócio.

INDÚSTRIA CONECTADA 4.0.

Por isso, a modernização das fábricas, a introdução destas novas tecnologias conectadas e a transformação digital são fundamentais hoje em dia. Em comparação com a produção tradicional, a nova indústria conectada 4.0 oferece maior eficiência, mais controlo, redução de custos, eliminação de erros humanos. No Cedesa temos muita experiência na modernização da indústria e das fábricas, e as nossas soluções à medida são a resposta à questão de como melhorar a produtividade e aumentar a competitividade

De volta ao caminho