O sistemas de rastreabilidade desempenham um papel fundamental na gestão da qualidade, maior eficiência nos processos de produção ou melhor atendimento ao cliente. O controlo e a rastreabilidade dos produtos em qualquer empresa é um aspecto importante do essencial hoje. Um dos sectores onde existem os mais completos sistemas de rastreabilidade é o da indústria alimentar. 

O que é rastreabilidade? 


rastreabilidade
 é o termo usado para definir todas as ações que são tomadas para realizar o controle e 
controlo e rastreabilidade
 de um produto durante todas as etapas do processo de produção.. 


Organização Internacional de Normalização 
(ISO 9001:2008) define rastreabilidade como “ta propriedade de um resultado de medição ou valor de uma norma onde pode ser relacionado com referências especificadas, geralmente normas nacionais ou internacionais, através de uma cadeia contínua de comparações, todas com incertezas especificadas. 

Todas as informações necessárias são obtidas através de um 
sistema de rastreabilidade
. Estes sistemas devem ser compostos por 
quatro elementos
: 


  1. Sistema de identificação
    quer dos produtos individualmente, quer agrupados em lotes. 

  1. Sistema de coleta de dados
    Sistema de recolha de dados: é essencial recolher toda a informação sobre matérias-primas, fábricas e armazéns. 

  1. Software de gestão de dados
    Software de gestão de dados: É importante que toda a informação que foi recolhida seja devidamente gerida e administrada. Em 
    Cedesa
     temos um software com o qual podemos realizar esta tarefa correctamente. 

  1. Dados a serem registrados
    Uma vez que os dados tenham sido acumulados, eles devem ser registrados. 
SOFTWARE DE RASTREABILIDADE

Plano de Rastreabilidade 

A fim de implementar um sistema de rastreabilidade, o primeiro passo é a elaboração de um plano de rastreabilidade.
plano de rastreabilidade
. Neste pa primeira seção, estão listados todos os critérios a serem utilizados para rastreamento do produto. para seguir a trajectória dos produtos. 

Como implementar um Plano de Rastreabilidade 

A fim de implementar corretamente um Plano de Rastreabilidade, o primeiro passo é realizar uma análise preliminar do 
análise prévia de sistemas de arquivo
 utilizados por fornecedores e clientes, bem como os da própria empresa. Isto é feito para verificar que informações podem ser usadas e para evitar portanto esforços desnecessários. 

Ao implementar o plano, ele deve ser dividido em duas partes e, em geral, as seguintes informações devem ser coletadas: 


  • Programa de Rastreabilidade:
     nesta primeira parte, todas as ações necessárias para identificar corretamente o 
    ações necessárias para identificar e rastrear corretamente
     os produtos produzidos a partir das matérias-primas, produtos intermediários, se existirem, dados de produção e destinatários finais. Especificamente, deve: 
  • Definir o 
    âmbito de aplicação 
    de rastreabilidade. 
  • Definir o 
    critérios de agrupamento 
    produtos em relação à rastreabilidade. 
  • Definir o 
    identificação de produtos 
    dos produtos. 
  • Desenvolver o 
    mecanismos para a verificação do sistema 
    pela empresa. 
  • Criar 
    mecanismos de comunicação
     na empresa. 
  • Estabelecer o 
    mecanismos para a localização, imobilização
     e, se necessário, 
    abandono de

    l mercado
     dos produtos. 
  • Selecione as ferramentas a serem utilizadas para a identificação de 
    de identificação 
    dos produtos. 

  • Registros
    A segunda parte 
    compila os resultados
     de ter implementado o plano de rastreabilidade. 

A rastreabilidade a ser realizada será de
 duas áreas
: 

Rastreabilidade internaé a que ocorre dentro da empresa. Consiste em rastrear cada produto dentro da empresa, independentemente de serem ou não produzidos novos produtos. Além disso, os produtos obtidos de fornecedores devem estar vinculados aos processos pelos quais foram submetidos e aos produtos finais recebidos pelos clientes. 

Rastreabilidade externasão os dados adicionais que são adicionados à rastreabilidade interna. É o intercâmbio de informações entre as diferentes partes da cadeia de abastecimento.  

Voltar