ONU preocupada com espionagem digital

O Terceiro Comitê da Assembléia Geral da ONU expressou grande preocupação com a espionagem digital online e enfatizou que o armazenamento e a vigilância de dados de outros violam a privacidade e são intrusivos.

Por consenso, a fim de agradar a toda a aliança de vigilância (chamada Five Eyes formada pelos governos dos Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, Canadá e Nova Zelândia), eles tiveram que retirar a resolução de vigilância de metadados como atos intrusivos.

No entanto, a resolução, apresentada pela Alemanha e pelo Brasil, menciona metadados, alertando que “certos tipos de metadados, quando agregados, podem revelar informações pessoais e dar a conhecer o comportamento, as relações sociais, a identidade e as preferências privadas de um indivíduo”.

Os metadados podem ajudar a monitorar de forma abrangente um usuário detalhando exatamente quais números de telefone estão envolvidos em uma chamada, quando ela é feita, quanto tempo ela dura, mesmo onde alguém entrou na Internet ou em seu e-mail, quem ele digitou e que páginas visitou.

O delegado australiano disse ao Terceiro Comitê: “A vigilância legal, sujeita a salvaguardas e supervisão apropriadas, pode ser uma ferramenta importante para proteger indivíduos contra ameaças criminais ou terroristas e o acesso a metadados pode ser um elemento importante na investigação dessas ameaças.

http://www.jornadaonline.com/Tecnología/125636-La-ONU-preocupada-por-el-espionaje-digital

 

Saudações do seu perito em informática.